Ciclovias: uma realidade distante de Catalão/GO?


ciclovias

A bicicleta é o meio de transporte terrestre mais completo, levando em consideração a vida humana e a sustentabilidade do planeta. O ciclista melhora sua capacidade cardiovascular e respiratória, fortalece os músculos e articulações, e previne-se de inúmeras doenças relacionadas ao sedentarismo. Além do mais, a magrela é um veículo que não polui e não emiti gazes,   e 5 bicicletas em movimento ocupam o espaço de um carro.

ciclismo e seus benefícios

Na Europa,  até 2020 serão construídas 70 mil quilômetros de ciclovias interligando 43 países. Em São Paulo, o prefeito Fernando Haddad, e a Secretaria Municipal de Transportes  têm como meta entregar, até o final de 2015, 400 quilômetros de ciclovias. Essa medida na grande São Paulo é um incentivo para a população deixar os veículos automotores em casa, passando a usar a magrela como meio de transporte, amenizando o problema dos engarrafamentos, e promovendo qualidade de vida para os paulistanos.

ate-onde-deu-pra-ir-de-bicicleta-transito

Em Catalão/Go, é notório o crescente aumento do número de ciclistas, apesar de nossa cidade ainda não sofrer com congestionamentos, carecemos por espaços exclusivos e de lazer para os ciclistas.

f0105639943e5732700a5c4791575cc2

Pesquisando pelas palavras chave “ciclovias, catalão”  no google, encontrei algumas publicações e matérias interessantes relacionadas a criação de ciclovias e um parque em nossa cidade.

Em fevereiro de 2013, a exatamente 02 anos, a prefeitura promoveu uma reunião para discutir projetos ambientais para Catalão, nessa reunião estavam presentes representantes de ONGs, professores da UFG, o secretário do meio-ambiente, o prefeito, além de interessados no assunto.

Uma das pautas dessa reunião foi o estudo especifico sobre a implantação de ciclovias na cidade, o prefeito Jardel Sebba, mostrou-se bastante interessado na ocasião, declarando:

 “Tenho muito interesse em criar as ciclovias, mas antes precisamos ver a capacidade técnica de Catalão e analisar os recursos financeiros.” (fonte: Portal da Prefeitura  de Catalão)

Professores e alunos do curso de Geografia da UFG-CAC, tem estudos e um debate avançadíssimo relacionado a criação de um parque Sócio-Ambiental Público das Nascentes do Pirapitinga e com uma importante ciclovia de 10 quilômetros de extensão – do último trevo da saída para Brasília e dos fundos do “Condomínio dos Buritis” até o Clube do Povo.

 Link do YouTube de uma reportagem realizada pela TV Pirapitinga (afiliada da Rede Globo) com alunos da Universidade Federal de Goiás sobre a criação de Ciclovias e Parques Socioambientais na Cidade de Catalão/ Goiás no dia 27 de julho de 2013:   Entrevista com alunos do Curso de Geografia da UFG-CAC

A criação desse parque traria inúmeros benefícios para os catalanos, visto que conservaria as importantes nascentes do Pirapitinga , criaria áreas para o lazer da população e urbanizaria de forma consciente e sustentável espaços até então esquecidos . Parques como este criam hábitos e mudam estilos de vida,  e conscientizam a população da importância dos recursos naturais e da prática de exercícios físicos ao ar livre.

bike

Navegando pelo website da prefeitura de Catalão, encontrei uma publicação, de maio do ano passado, sobre o início das obras do Parque Natural da Mata do Setor Santa Cruz. O projeto apresenta-se bem planejado e estruturado, abaixo uma figura do projeto:

projeto_parque_santa_cruz-1-720x0 (1)

No dia 16 de setembro de 2014, Representantes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmac) se reuniram, para discutir e aprovar o estudo técnico de criação da Unidade de Conservação do Parque Natural Municipal do Setor Santa Cruz (PNMSSC), popularmente conhecido como Mata do Setor Universitário.

 O projeto prevê ainda a criação de uma área de lazer com calçadões para caminhada, ciclovias, playgrounds, núcleo esportivo entre outros espaços para a população. (fonte: Portal da Prefeitura de Catalão)

Parece-me que os debates e estudos sobre a criação do Parque Natural Municipal do Setor Santa Cruz estão bem avançados, que os projetos saiam do papel, e até o fim da atual gestão  tenhamos o parque, as áreas de lazer e a ciclovia. Nossa cidade carece e precisa com urgência de espaços e parques como este, não só no Santa Cruz, mas também nos bairros periféricos de nossa cidade. A descentralização das áreas de lazer deve ser pensada para agora e para as próximas gestões.

crfinal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s